SEF esclarece dúvidas sobre DIFAL em transmissão do CRCDF

O CRCDF realizou no último 17 de abril uma palestra sobre o Diferencial de Alíquota de optantes do Simples Nacional. O debate promovido em parceria com a Secretaria de Fazenda foi transmitido em tempo real pela TV CRCDF. O chefe do Núcleo de cobrança do Simples Nacional, Dalton Lira, ministrou a palestra e respondeu dúvidas enviadas por profissionais que acompanhavam a transmissão. Ele explicou que a maior dificuldade dos profissionais de contabilidade está relacionada à escrituração do Diferencial de Alíquota. Ele explicou que as regras estão descritas na portaria publicada pela Secretaria de Fazenda. “A portaria 210, de 2006 tem todos os registros e orienta os contadores que ainda têm dificuldades”. Segundo ele a orientação é não adiar e efetuar o mais breve possível o recolhimento do tributo que é devido. “E em caso de dúvidas, orientamos procurar o esclarecimento o quanto antes. A dica é não deixar para depois, pois pode virar uma bola de neve, e, como vimos aqui no debate, existe a possibilidade de parcelar esse débito”, lembrou.

A transmissão foi conduzida pelo presidente do CRCDF, Adriano Marrocos. Ele comentou as vantagens da ferramenta que permite o esclarecimento de dúvidas em tempo real. “A transmissão ao vivo traz essa facilidade, além de rever alguns conceitos básicos como vimos aqui, os profissionais aproveitam para formular questionamentos que, no dia a dia, temos dificuldades para encontrar respostas, além de permitir a troca de experiências com outros colegas”. Marrocos também enalteceu a parceria com a Secretaria de Fazenda que permitiu a realização do debate. “Quanto maior o relacionamento com quem vai fiscalizar os nossos clientes, melhor para nós da contabilidade. Ninguém quer errar. Queremos apresentar as informações de forma correta, tempestiva, evitando multas e evitando problemas para os nossos clientes e tenho certeza de que essa aproximação com a Secretaria facilita esse processo”, destacou o presidente do CRCDF, que lembrou também que nesse processo a Secretaria fica ciente de quais são as dúvidas recorrentes, e podem usar essas informações para preparar materiais explicativos. “É importante essa interação e prova que o sistema funciona”, salientou.

Questionamentos e dúvidas, assim como sugestões de temas para transmissões ao vivo do CRCDF devem ser enviadas para o endereço eletrônico: [email protected]

Para assistir ao vídeo da palestra clique aqui.