Dificuldades no licenciamento pautam reunião entre CRCDF e Secretário de Relações Institucionais do GDF

img_0162

As dificuldades encontradas pelos profissionais de contabilidade envolvendo a viabilidade nos processos de registro empresarial foram apresentadas ao secretário adjunto de Relações Institucionais e Sociais da Casa Civil do DF, Apolinário Rebelo, em reunião realizada na quarta-feira (14/03). No encontro o presidente do CRCDF, Adriano Marrocos, estava acompanhado pelos vice-presidentes de Desenvolvimento Profissional – Darlene Paulino Delfino Lunelli e de Administração – Daniel Fernandes, além da conselheira e coordenadora da Comissão CRCDF Mulher, Jaqueline Rocha Torres, da representante do conselho no Guará, Ana Paula Pinheiro Magalhães, e dos contadores Álvaro José da Costa e Ivan Sales. Também participaram os assessores do Secretário, Zilmar Souza e Luciano Abreu.

O presidente Adriano Marrocos iniciou a reunião no Palácio do Buriti agradecendo ao apoio em propostas que o CRCDF apresentou como o projeto que prevê a participação de contadores nos conselhos fiscais e nos comitês de auditoria das entidades da Administração Indireta do Governo do Distrito Federal. Em relação às consultas de viabilidade, além da demora na liberação, foram apresentadas várias circunstâncias em que a consulta foi negada, principalmente em casos de empresários que migraram do Simples Nacional para outros regimes. Marrocos falou da sugestão apresentada pelo Conselho na Secretaria das Cidades, que solicita a nomeação de profissional contábil para a chefia dos setores de licenciamento nas Administrações Regionais. Ao ouvir a demanda o secretário Apolinário se comprometeu a buscar reunião com as áreas responsáveis dentro do GDF para tratar do assunto.

Outro assunto tratado na reunião foi o RLE@Digital. Os representantes dos profissionais contábeis relataram as melhorias com as mudanças no sistema e também apontaram algumas falhas que ainda impedem a total desenvoltura. Ao ouvi-las o representante do GDF pediu que as sugestões de melhorias fossem encaminhadas por meio da secretaria. Também foi relatada uma demora no trâmite de processo de concessão de incentivo por meio do Programa de Promoção do Desenvolvimento Econômico Integrado e Sustentável do Distrito Federal (Pró-DF). Nesses casos o secretário adjunto de Relações Institucionais e Sociais pediu ao CRCDF informações complementares para dar encaminhamento às demandas, além de se comprometer a marcar reuniões com outras secretarias do GDF para tratar dos assuntos encaminhados pelos representantes da classe contábil.